Minha Vida Sem Photoshop

Dia 128 - O que aprendi com meus sobrinhos

Gisela Rao

03/02/2016 14h18

> Amanhã, segunda-feira, vou explicar a mudança no nome do blog : )

No fim do ano passado eu fiz um desses testes divertidos do Facebook. A pergunta era como seria o ano de 2016. No teste saiu que eu faria uma viagem internacional e curtiria a família. Achei furada porque ainda tô pagando a viagem da Itália do ano passado. Acontece que minha irmã viajaria com sua filha e meu sobrinho em janeiro. Mas não pôde ir e acabei viajando no seu lugar. Nunca fui para fora do país com gente mais jovem e confesso que tive grandes lições (voltamos ontem!).

Civita di Bagnoregio

Civita di Bagnoregio

A primeira delas foi não subestimar as pessoas só porque são mais novas. Meu sobrinho tem uma cultura impressionante, um grande senso de direção; e minha sobrinha é mega uber esperta, além de muito engraçada.

FullSizeRenderw

A sensibilidade deles também é de tirar o chapéu, desde a forma como se preocuparam com os gatinhos de rua até o jeito como se emocionaram diante das grandes obras (principalmente ele que é artista).

Mas o mais legal foi aprender com eles a continuar a ser como sou, ou seja: com uma criança interior mega liberada. Porque eles são mais velhos de cabeça do que eu e viviam me reprimindo ahahaha. Na realidade, pelo que vi, essa geração Y dá muita importância para a opinião dos outros. E com certeza as redes sociais nutrem isso diariamente. Eu espero de coração que tenha dado esse “aprendizado” a eles: de que um dos grandes pilares da autoestima é você ser você mesmo sempre e independente da opinião alheia.

IMG_8322

Para o alto e avante!

“Em todo adulto espreita uma criança – uma criança eterna, algo que está sempre vindo a ser, que nunca está completo, e que solicita, atenção e educação incessantes. Essa é a parte da personalidade humana que quer desenvolver-se e tornar-se completa”
Carl Gustav Jung

——————-

> Um sorriso a mais é uma dor a menos pras crianças nos hospitais. Veja como dar apoio e ganhar recompensa :  )

10686932_4941067902634_739986824797844959_n

http://www.kickante.com.br/campanhas/viagem-humanitaria-com-opatch-adams-no-marrocos

++++++++++++++++

BLOG VAE INDICA

A página do querido Cyroo Leãoo na Polishop. Você compra coisas legais em vezes e ainda ajuda na sua recuperação de saúde :  )

12509045_989601674422325_1377495090732084498_n

 www.polishop.com.vc/cjleao

++++++++++++++++

ROSINHA. O LIVRO DO VAE!

Na Livraria Cultura: http://zip.net/bxqCL2 ou http://www.matrixeditora.com.br

 

O divertido diário da escritora que vigiou sua autoestima por 365 dias

 

 

Sobre a autora

Gisela Rao é publicitária, escritora e está jornalista. Acredita piamente que a "imperfeição" liberta. A palavra está entre aspas porque, como dizia Buda, o que é certo e o que é errado no universo da ilusão? Leia mais

Sobre o blog

Espaço para - como dizia Nelson Rodrigues: mostrar a vida como ela é, sem pintar pombo de verde e chamar de meu louro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop

Minha Vida Sem Photoshop

Por que trocar a lâmpada ficou mais interessante que nós?

Nos últimos meses, que coincidem com o tempo que não tenho viajado, tenho a estranha sensação de não ter assunto-próprio. Não estou falando do monte de filmes que assisto no Netflix, ou dos assuntos que saem na home do UOL ou do Tiscali.it. Estou falando de assunto próprio, coisas incríveis que vejo ou sinto e que ficam se acotovelando para escorregar no tobogã da garganta para fora. O triste é que percebo que não é só comigo: às vezes vou em almoços ou jantares coletivos onde ninguém tem também assunto-próprio, digo, algo mais interessante do que trocar uma lâmpada quebrada. Assistindo a uma palestra do incrível tarólogo Arhan (sim, nesse dia fui atrás de assunto-próprio!), ele disse uma coisa muito assustadora: “Cada vez menos vejo a carta do “Louco” no jogo de tarô das pessoas. É assustador porque o Louco é a carta ligada a seguir a intuição. Nas palavras do Arhan: “O Louco é o arcano sem número do tarô, está presente em todos os caminhos da nossa jornada pessoal. Ele representa o campo de todas as possibilidades em nossa vida é o momento do salto quântico existencial. Aquele que é capaz de gerar a si próprio. Esta carta não dá valor aos valores dos homens. "O Essencial será sempre invisível aos olhos". O que nos dará a certeza de uma direção segura, nosso norte, será o canal intuitivo, representado na carta por um cachorrinho que tenta avisar o louco do abismo a sua frente. Mas perante aos outros, qualquer atitude ou escolha, neste momento da sua vida, será considerada Louca! Por isso, não dê ouvidos! A caravana passa e os cães ladram…Misture a sua "maluquez" com a sua lucidez, seja livre e siga em frente! Ação a ser tomada: Rever valor para gerar a si próprio”. Então tem um monte de coisas erradas aí, estamos com preguiça, estamos acomodados, estamos sem coragem pra alçar novos voos, pra fazer coisas novas, estamos vendo tv e internet demais. Não acho que as respostas estejam em viajar mais, embora ler o livro “Diários Marroquinos” (Kívia Mendonça) dê um tremendo frio na barriga (ela ficou um tempão no Marrocos viajando sozinhaaaaa de carona). Eu acho que a resposta está em viver mais, reloadar na gente aquela criança curiosa que eramos na infância. Onde está você, Giselinha, que furava o dedo sem medo para ver as células – tão lindas – psicodelicando na plaquinha de vidro no microscópio? "Se o homem persistisse em sua loucura, tornar-se-ia sábio" - William Blake +++++++++++++++++++++++++++++++ giselarao@gmail.com

Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Minha Vida Sem Photoshop
Vigilantes da Autoestima
Minha Vida Sem Photoshop
Vigilantes da Autoestima
Minha Vida Sem Photoshop
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Vigilantes da Autoestima
Topo